GOOGLE ACADÊMICO COMO FERRAMENTA PARA OS ESTUDOS DE CITAÇÕES: Avaliação da Precisão das Buscas por Autor

Sonia Elisa Caregnato

Resumo


O Google Acadêmico surgiu na web no final de 2004 com o propósito de ser uma ferramenta de busca de informações de caráter acadêmico. No entanto, por incorporar dados extraídos das referências bibliográficas dos documentos, passou a trazer informações relativas ao impacto dos trabalhos medido pelo número de citações recebidas. Com isso, o uso do mecanismo como fonte de dados para estudos cientométricos passou a ser considerada, especialmente no contexto das ciências que não são cobertas nos índices de citação tradicionais. O objetivo deste trabalho é analisar a validade, o potencial e a cobertura do mecanismo de busca Google Scholar nos estudos de citação das ciências humanas, sociais e sociais aplicadas do Brasil. Focando especificamente o campo da Ciência da Informação no período de 2004 a 2008, buscou-se determinar se a produção dos pesquisadores PQ1 e PQSR do CNPq na área está representada na ferramenta e quais são os limites dessa representação. Para validar os resultados oriundos do Google Scholar, as referências recuperadas foram comparadas à produção do Lattes de cada pesquisador. Os 305 documentos foram agrupados segundo categorias que buscam avaliar a completude e exatidão das referências recuperadas, as fontes de dados e os índices de precisão dos resultados. A qualidade da seleção das fontes de dados e dos registros é uma área na qual o Google Scholar deveria imprimir mais esforços, se o seu objetivo for servir como instrumento de análise de citações e não somente como mecanismo de busca da produção acadêmica.

Palavras-chave


Google acadêmico, índices de citação, avaliação, precisão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1981-6766rpa.v5i3.5682

PontodeAcesso. ISSN: 1981-6766